26 de mar de 2008

Farmácias de manipulação magistral aprimoram sistema da qualidade de medicamentos


Sistema Nacional de Aperfeiçoamento e Monitoramente Magistral, ou SINAMM, supera a marca de 19 mil análises de matérias-primas e constata alta qualidade dos insumos.

A fim de garantir a qualidade dos processos de seus produtos e serviços, desde o ano passado, farmácias de manipulação de medicamentos magistrais brasileiras têm se incorporado ao SINAMM. A ação pioneira, cuja metodologia permite que os insumos tenham dezenas de lotes analisados pelos mais importantes laboratórios de controle de qualidade do Brasil, é promovida pela Anfarmag – Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais – e já conta com a participação de metade das 3.600 farmácias ligadas à associação. Até dezembro passado foram realizadas 19.211 análises para avaliação das matérias-primas usadas na elaboração das fórmulas prescritas por médicos, dentistas e veterinários em todo o país. Os testes seguem compêndios oficiais, como a Farmacopéia Brasileira, ou metodologias validadas e encaminhadas pelos fornecedores e reconhecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Este trabalho permitiu a criação de banco de dados onde estão detalhes de cada análise. Para a Anfarmag, os resultados demonstram que os insumos das farmácias têm qualidade. Para saber mais, acesse www.anfarmag.org.br.