11 de mar de 2013

"Natalício Cavalo" estreia nesta sexta, 15

Na foto, elenco de Natalício Cavalo. Por Alex Ramirez
O espetáculo fica em cartaz de 15/03 a 07/04, sextas e sábados às 21h e domingos às 20h, no Teatro de Câmara Túlio Piva (Rua da República, 575, Cidade Baixa), Porto Alegre, RS. Os ingressos, no valor de R$ 20,00, têm 50% de desconto para idosos, estudantes e classe artística mediante comprovação.

A Cia. Rústica estreia no dia 15 de março Natalício Cavalo, primeira produção da trupe que se aventura pelo universo do imaginário gaúcho. Será a segunda montagem da Trilogia Festiva – formada por Clube do Fracasso (2010) e Caóticas (ainda sem previsão de estreia) –, que se explora zonas sombrias da experiência humana, como o fracasso, a morte e o caos. O projeto recebeu o Prêmio Myriam Muniz 2012 de Teatro, da Funarte.

Em cena, a vida e a morte de um anti-herói que vaga por Porto Alegre e pelo pampa gaúcho. Transitando entre os anos cinquenta e o presente, o espetáculo explora o universo do pampa gaúcho e a paisagem urbana e boêmia de Porto Alegre para tecer a trajetória de Natalício Cavalo, celebrando a vida e encontrando a morte em mais de uma esquina.

Na trama, Natalício já está morto. Cabe aos atores reconstituir sua vida tecendo fragmentos e imaginando o que não sabem. E a vida de Cavalo é repleta de experiências. Foi radialista, produtor de rodeios, fazendeiro, brigadiano, jogador profissional, dono de agência de veículos, representante comercial de mel e lingerie. Abrindo mão de esteriótipos, Natalício é também um personagem baseado em vidas reais a partir das memórias de nossos pais ou avós, combinados à figura do gaudério gaúcho.

A jornada do personagem-título inclui passagens por diversas cidades do estado, encontrando vários outros personagens nesses caminhos e, em repetidas ocasiões, a própria morte – que aparecerá em cena como figura concreta, recriada a partir de referências do folclore, do cinema, de arquivos coletivos que impregnam nosso imaginário.

Como em outras montagens da companhia, a peça irá reunir diferentes linguagens artísticas – teatro, música ao vivo, dança e vídeo. Um panorama plural que envolve vários artistas em um exercício de autoria múltipla. O projeto prevê ainda a realização de uma oficina para o público, que será realizada após a temporada.

Ficha-técnica
Elenco: Heinz Limaverde, Lisandro Bellotto, Marina Mendo, Priscilla Colombi, Marcelo Mertins e Rossendo Rodrigues.
Direção e composição dramatúrgica: Patrícia Fagundes
Assistência de direção: Ander Bellotto e Mauricio Casiraghi
Figurinos: Daniel Lion
Cenografia: Rodrigo Shalako
Trilha Sonora: Arthur de Faria
Preparação Vocal: Simone Rasslan
Captação e edição de imagens: Mauricio Casiraghi
Direção de produção: Patrícia Fagundes
Iluminação: Lucca Simas